Home / Destaque ! / Movimento Pelas Diretas Já é lançado em Taboão da Serra

Movimento Pelas Diretas Já é lançado em Taboão da Serra

Ato pela eleições diretas em Taboão da Serra. Foto: Mário de Freitas

Com a participação de vários movimentos e entidades da sociedade civil e com apoio de seis partidos, foi lançado na noite de quarta-feira, 14, na Câmara Municipal de Taboão da Serra, o Movimento Taboão Pelas Diretas Já. Convocado pelos Movimentos “Frente Povo Sem Medo” e a “Frente Brasil Popular” que assinam o manifesto pela realização de eleições presidenciais ”o mais urgente possível’, o evento teve a presença de mais de 400 pessoas, segundo a organização.

A única oposição na Câmara, o vereador Moreira (PSD) afirmou que o movimento por eleições diretas está se fortalecendo em todo o país, com atos que mobilizaram milhares de pessoas. “Em Taboão, somos oposição ao PSDB e, antes de tudo, temos que dizer fora Fernando Fernandes; fora Alckmin. Temos a tarefa de ampliar o movimento na região e marcar presença em reuniões e eventos organizados por movimentos sociais, partidos políticos, e todas as organizações que defendem a realização de eleições diretas como medida para o País retomar a normalidade institucional”, disse o vereador.

A urgência das eleições diretas para substituir o presidente Michel Temer (PMDB) foi destacada pela presidente do PDT de Taboão da Serra, Gleides Sodré. Ela lembrou a Direta Já em 1984. “Estamos passando por um momento igual em 1984. Naquela época, tínhamos 20 anos e hoje esse povo também tem 20 anos. Não vamos nos calar, vamos ficar vigilantes e não há atalho para poder resolver um tema tão complexo como a falta da legitimidade deste governo. Não vejo ninguém que disse que votou no Fernando Fernandes, não vejo ninguém que disse que foi às ruas pedir a saída da presidenta Dilma. Sabem por quê? Porque tem vergonha de dizer e apoiaram esse governo corrupto”.

O plenário ficou lotado, com várias manifestações. Foto: Mário de Freitas

Estiveram presentes os servidores públicos da educação de Taboão da Serra que estão em greve há mais de 40 dias. Os grevistas receberam o apoio de todos e acusaram o prefeito Fernando Fernandes (PSDB) de insensível e truculento.

Segundo a organização, “o evento foi um sucesso e serviu para reunir um conjunto de ativistas e lideranças dos diversos movimentos sociais, partidos, sindicatos, para discutir e organizar coletivamente a luta em nossa região contra os ataques aos direitos dos trabalhadores promovidos pelo governo ilegítimo e corrupto de Michel Temer, o movimento Pelas Diretas Já”.

O encontro também colocou na pauta a discussão pela participação na greve geral convocada para o dia 30 de junho, além de chamar para uma panfletagem que acontece no próximo dia 20 e reafirmar o apoio as “greves que acontecem em nossa região, como a greve da educação de Taboão da Serra”, disse Stan, apresentador do evento.

About Redação

Com 13 anos, o Jornal Hoje em notícias faz parte da história do Conisud, Região Metropolitana de São Paulo. o Jornal é do povo e não cobra assinatura. Não é preciso pagar para se informar. Um jornal forte, para um leitor forte!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*